Carta para um amor...

Posted quarta-feira, 27 de junho de 2012 by Hannar
Não sei se isso acontece com todos, mas tenho uma experiência que preciso compartilhar, nem que seja aqui, antes que eu saia gritando. 

A dor de um amor não vivido...

(Vou fazer de conta que você ta lendo, sei que não estará, afinal faz tanto tempo não é? acho que nem lembra que eu tinha um blog, enfim...)

É incrível como as pessoas passam pela nossa vida e nos deixam marcas. De todas as perdas que tive na vida, talvez a sua seja a mais dolorosa, porque eu sei onde posso te encontrar, mas existe um bloqueio entre nós dois que comprime meu coração, fere, machuca, sufoca...
Lembro o quanto éramos unidos,de todos as risadas, os segredos, e apesar do fato de nossa relação ser quase somente virtual, eu tinha a sensação que tu eras a pessoa mais intima que eu tinha do meu ''lado''.
 As vezes me pergunto o que teria sido se não tivessem nos atropelado na nossa estrada, onde caminhávamos juntos, de mãos dadas. Do nada, um tornado passou e eu me perdi de você, e quando pude te encontrar de novo, era o mesmo, mas estava diferente, como se o tornado tivesse penetrado sua mente e bagunçado todos seus sentimentos por mim...
Vi você ir embora...
Pra nunca mais? Não sei...
Sei que a saudade que tenho de você é como uma entidade, e eu carrego sua ausência numa mochila fraca, de alça quase arrebentando. Porque mesmo morto ou acabado, era o seu amor que iluminava a minha vida, e por essa razão, era preciso seguir. De joelhos, tropicando, suando frio. Até o dia que você decidisse, voltar...
E eu segui...
Hoje, quase dois anos depois, me pergunto se você também sente saudades de mim, da mesma forma que eu sinto saudades de você. Te vejo on line e minha vontade é de falar contigo, como antigamente, fingindo que nada aconteceu. Ás vezes abro sua janela do msn e fico olhando sua foto, pensando em tudo que deixamos pra trás, me perguntando se algum dia voltássemos a nos falar, poderia ser 1/3 do que era antes...
Guardo com todo o meu coração o anel que você trouxe do Rio de Janeiro pra mim!
E eu nem te disse o quanto eu te amo e te amei desde o dia que te conheci...
Quando tu disse, morrendo de vergonha: ''te quero pra mim''.
Nosso amor era tão puro.
Esse silêncio me mata. 
Acho que você ta feliz, assim como eu também faz faculdade, conheceu meio mundo, tem muitos amigos...e eu fico tão feliz por todas essas suas conquistas...Só queria poder compartilhar dessa felicidade com você de perto...
E eu acabei decepcionando outra pessoa, fingindo ama-la, tentando te esquecer...Meu Deus, quanta ilusão. Beijava a boca dele e imaginava que era você...
Mas eu e você nunca nos beijamos, no entanto sinto como se eu tivesse conhecido bem além disso, como se eu tivesse conhecido sua alma, e você a minha...
As vezes quando a saudade aperta escuto nossas músicas, e faço questão que elas apareçam no msn, pra que ao menos por acaso você bata o olho no meu subnick, veja a musica e lembre de nós dois...
Espero do fundo do meu coração, que um dia possamos viver nosso amor, ou ao menos que você lembre com o minimo de carinho de mim...
Quem sabe o que o destino nos reserva, não é?! Quem sabe um dia poderemos cumprir todas as nossas promessas...
Continuarei aqui, imaginando que a estrela que vejo é a mesma que você vê, e que quando você olha pra ela, assim como eu, pensa em nós dois, só nós dois...



Com o coração espremido, e soro escorrendo pelos olhos...

                                                                                                                     
                                                                                                             H.A. -----> R.A. 

0 comentários:

Postar um comentário